Chãs de Égua e Foz de Égua: destino Piódão


Destino: Piódão. Pontos de passagem: duas aldeias (post anterior) e Chãs & Foz de Égua. 

À primeira vista um local que parece não ter muito que apreciar a não ser as mini pontes e as casas de xisto, porém é um sítio cheio de detalhes giros e algo peculiares. 

Fotografar pormenores é o que gosto mais, as partes mais que o todo, e achei curioso os que fui vendo. Desde as placas nas casas, ornamentos, uma águia de madeira em cima de um tubo (entre outras coisas) fazem das Chãs um local acarinhado, personalizado eu diria, e aberto a receber visitantes. Ao que parece a ponte suspensa de madeira, guardada pela égua, encontra-se interdita: medo! No cimo do monte, e seguindo os caminhos com cerca, uma espécie de santuário, que a meu ver tem o seu quê de arte e dedicação claramente em homenagem e/ou agradecimento. 

Há vida por aqui nestes pormenores todos, nada deixados ao acaso em aldeamentos que acabam por ser isolados. Leva a questionar e pensar como era outrora, como era a vida das pessoas que habitavam aqui? Sim, não tenho dúvidas que eram condições bem rigorosas comparativamente com os nossos dramas atuais, por exemplo quando ficamos sem rede nos nossos smartphones 😬.  Como seria antigamente? Eram felizes? Tinham dúvidas existenciais? 

Bem, são apenas algumas fotos, o resto terão que visitar, se ainda não o fizeram, e deixarem-se encantar neste pequeno recanto de Portugal na serra "plantado".